.posts recentes

. Política de Rendimentos p...

. Política de Rendimentos p...

. A CRISE SOCIAL NO NORTE

. A CRISE SOCIAL NO NORTE

. AGENDA SOCIAL

. Desemprego 2006

. O DESGOVERNO DA SEGURANÇA...

. OE 2007 - Assim não saímo...

. Contradições!

. INCOMPETÊNCIA

.arquivos

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

.Visitas
online
Sábado, 15 de Julho de 2006
Foi você que pediu um PSzinho?
Escrevo como se despertasse de um sono profundo e prolongado, a ferrugem e o caruncho já se tinham apoderado do teclado do meu computador, o pensamento ainda se encontra nos “States”, aonde estive quase dois meses numa espécie de “sabática” a aprofundar os parcos conhecimentos e a ganhar couraça para enfrentar a realidade mundana e as fraquezas de espírito principalmente dos nossos “invejosos”.
Durante este período sabático, fiz um esforço titânico, para estar minimamente atento ao que se passava no nosso tão querido Burgo Flaviense, os seus ditos e contos, seus pontos, bolas, boleiros e caceteiros. Regressado que sou, tão só e apenas algo deveras importante me faria despertar deste sono profundo e prolongado.
O facto de só ler os jornais locais, fez com que apenas este fim-de-semana eu tomasse conhecimento, através da leitura deste pasquim onde agora escrevo, do ataque feroz e cerrado que um Semanário dito Transmontano, tem feito ao POLIS, e mais concretamente ao Penas do Polis. Mas até isso seria o de menos, se esta semana a tão propalada propaganda que têm feito ao Penas, não viesse vestida em tom de conferência de imprensa, adivinhe-se e simultaneamente espantem-se, promovida pelo recentemente promovido Presidente da Concelhia do PS de Chaves.
Falar do Polis de Chaves, é recorrente, dos seus atrasos, é inegável, assumir responsabilidades, é importante, e mais concretamente o assunto em causa até pode ser um motivo de conversa e de muitas explicações, admito, mas assim?
Sobre o Polis, convém fazer uma pequena análise: Toda a gente sabe que este programa foi o primeiro “Simplex”, do Eng.º Sócrates, pretendia transformar tudo em tons de cor-de-rosa, fazendo com que as instituições que normalmente formam “lobbys” e mandam no País, trabalhassem de mãos dadas ao som da música “Giroflé-giróflá”.
Ora, se o programa não funciona e é o Estado que manda, quer através da participação maioritária nas respectivas sociedades anónimas quer na parafernália de instituições que se pronunciam e dão pareceres, então também tem que ser o Estado a assumir obrigatoriamente a responsabilidade do seu insucesso, não devendo deixar passar a mensagem que a culpa é dos municípios, resumindo a questão a politiquices politiqueiras, ou à discussão de maior competência do PS ou do PSD ou dos seus elementos, pois o “Polis Simplex” não funcionou nas 28 Cidades, mesmo naquelas que levam mais dois anos de trabalhos do que em Chaves e que até são de Câmaras Socialistas.
Sobre o Penas, digo o seguinte: Não queiram deixar notar que o vosso principal incómodo, se deve ao facto de ele ser membro da comissão política do PSD e ser simultaneamente mais um legal representante do Estado Socialista no Conselho de Administração da referida sociedade, com mandato prorrogado pelos mesmos, ou querem? Quem será o seu substituto? Socialista? O senhor da concelhia do PS que sempre que o assunto ao Polis diz respeito, aparece nas fotografias ao melhor estilo de qualquer emplastro?
Sr. Presidente da Concelhia do PS de Chaves, agora, vossa excelência desiludiu-me, a mim, bem como a muitos flavienses. Então, passados os primeiros discursos da praxe após a tomada de posse, o melhor que faz é isto? Independentemente e apesar de não lhe reconhecer mérito, nem nenhum feito que aporte mais valia para Chaves, apesar de não lhe conhecer nenhuma participação significativa em movimentos associativos ou recreativos, apesar de não lhe reconhecer qualquer mérito de gestão ou iniciativa empresarial, apesar de pura e simplesmente não o ver pela cidade, esperava juventude, esperava projectos e ideias, esperava um combate sério e digno, como se exige a um responsável de um partido político com tal grandeza, esperava sangue novo, esperava um líder.
Na altura em que a Cidade de Chaves se prepara para o futuro, em que apresenta obra, o Partido Socialista de Chaves dá uma conferência de imprensa para corroer pessoas, demonstrando a todos os Flavienses que apenas os seus interesses partidários interessam. Com gente assim, o PSD de Chaves vai governar por muitos e longos anos.
Tenho dito.

Chaves
Gonçalo Dias
publicado por FlaviusII às 17:56
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
31
.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds