.posts recentes

. Política de Rendimentos p...

. Política de Rendimentos p...

. A CRISE SOCIAL NO NORTE

. A CRISE SOCIAL NO NORTE

. AGENDA SOCIAL

. Desemprego 2006

. O DESGOVERNO DA SEGURANÇA...

. OE 2007 - Assim não saímo...

. Contradições!

. INCOMPETÊNCIA

.arquivos

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

.Visitas
online
Sexta-feira, 13 de Janeiro de 2006
O Monstro e a “Besta”
Na imensidão desta velha Europa, a braços com uma crise de identidade e sem rumo, encontra-se à deriva e completamente perdido, quem sabe à beira do abismo, um pequeno país ao qual todos nós pertencemos e que muito nos orgulhamos.
Maltratado por uns, odiado por outros, este velho mendigo da Europa procura um cavaleiro (talvez vindo numa noite de nevoeiro) que o salve de um monstro que se diz ter aparecido, desembarcado, importado, lançado, empurrado ou até mesmo criado, por cá. Não se sabe bem a sua proveniência, mas é certo que ele começou por dar sinais de vida em tempos que já lá vão, não muito remotos. Desde então, para cá nunca ninguém pareceu dar-lhe importância ou mesmo dar pela sua existência, limitavam-se a alimentá-lo, e ele de barriga cheia parecia não incomodar ninguém pois a casa era abastada e ao menino ou senhor monstro nunca lhe deixaram faltar nada.
Para quem não sabe, este monstro foi-se alimentando de: dinheiros públicos mal gastos, esbanjamento, desgovernação, falta de estratégias, incompetência, fuga ao fisco, burlas, prepotência, competitividade, incompetência da justiça, saúde, ensino. Mas alguns dos seus pratos favoritos são sem duvida o clientelismo, o compadrio e a subserviência partidária.
Com o decorrer deste tempo todo, o referido, atingiu a idade de adulto, e aqui sim é que ele se torna um verdadeiro problema. Como a quantidade e qualidade dos alimentos foi diminuindo, fruto de uma escassez, ele entra em fúria e começa a destruir tudo o que o rodeia. Então, o povo aterrorizado, decide encontrar uma arma que o possa combater. De entre algumas opções que surgiram foi escolhida por larga maioria a “Besta”.
A “Besta” como arma altamente eficaz e mortífera que é, começou logo por atacar de forma dura e cruel, sem se preocupar com os danos colaterais que possa provocar. Assim, o seu primeiro ataque foi a aumento de impostos IVA, IRS entre outros. Como isto era insuficiente, resolveu atacar algumas classes sociais, congelando carreiras, tirando direitos sociais, aumentando a idade da reforma, aumentando o desemprego, etc.. Após estes, foi feito um novo diagnóstico da situação, chegou-se à conclusão que era preciso mais, era preciso algo que anestesiasse o monstro para que o efeito destes golpes fosse maior, então lançou-se a OTA e o TGV.
Como a luta está para durar e a “Besta” sozinha parece não ter força suficiente para aguentar o combate, vai daqui a uns dias decidir-se quem a irá ajudar nesta tarefa árdua. De entre os candidatos que se perfilam temos como principais, cinco: o pai do monstro, um tetro-dinossauro, um alquimista, um elefante e um fundamentalista suicida. Pelo que se diz por aí, parece que o escolhido com alguma vantagem sobre os outros vai ser o pai do monstro.
Confirmando-se a eleição do pai do monstro, o ataque que se avizinha vai ser efectuado de mão dada com a “Besta” e usando a táctica da “terra queimada”. Mais uma vez os danos colaterais vão ser elevadíssimos. Prevê-se que o ataque seja efectuado faseadamente ao longo dos próximos três anos e que contemple: a alteração profunda do Código do Trabalho (por exemplo liberalizar os despedimentos); acabar com as restantes políticas sociais; acessos à justiça, saúde e educação terão de ser pagos pelos utentes; venda aos interesses internacionais dos sectores estratégicos do país, acabar a privatização do sector publico, proteccionismo aos grupos de pressão, etc..
Findo este prazo, o monstro deve estar morto ou em vias de extinção, caso não esteja, será dada nova autorização para os mesmos protagonistas continuarem o combate.

Este é um filme para maiores de 18 anos,
brevemente num país …
perto de si !!!



Argumento

Flavius II
publicado por FlaviusII às 18:36
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
31
.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds