.posts recentes

. Política de Rendimentos p...

. Política de Rendimentos p...

. A CRISE SOCIAL NO NORTE

. A CRISE SOCIAL NO NORTE

. AGENDA SOCIAL

. Desemprego 2006

. O DESGOVERNO DA SEGURANÇA...

. OE 2007 - Assim não saímo...

. Contradições!

. INCOMPETÊNCIA

.arquivos

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

.Visitas
online
Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2006
Mais 29 desempregados por dia ao longo de 2005
O Ano de 2005 terminou com 479 373 indivíduos inscritos no Centros de Emprego do país, mais 10 521 pessoas do que em 2004. Significa que houve uma média de mais 877 registados, por mês, à procura de colocação, ou seja, mais 29 desempregados por dia.

O número total foi apurado no final de Dezembro e divulgado pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP). Traduz um crescimento de 2,2% em relação a Dezembro de 2004, referência que o Ministério do Trabalho salienta, em nota à Imprensa, como tendo sido "a taxa de crescimento mais baixa desde Abril de 2002".O número alcançado significa, por outro lado, uma redução de 1,4% face a Novembro de 2005 (menos 6938 indivíduos). Para o Ministério de Vieira da Silva, essa quebra é "a maior, em termos absolutos, desde 1990, pelo menos”.
Passado pouco mais de um mês sobre estas hipócritas declarações, o desemprego atinge os 8%. O que dirá agora o ministro? Será que todos estes desempregados diários são aqueles que não votaram no Sr. Ministro ou neste governo?
Bem, …. vamos a mais uns números….

Os adultos com mais de 25 anos continuaram a ser os mais penalizados em relação a Dezembro de 2004, tendo aumentado 3,5%, subindo para 411 954 pessoas. Os jovens, pelo contrário, tiveram uma redução de 5%, caindo para 67 419 inscritos. As mulheres foram também as mais penalizadas, com um aumento de 3,4%, totalizando no final de Dezembro 273 175 inscrições. As pessoas com um grau de instrução superior tiveram o aumento mais acentuado (+18,6%), para um universo de 41 770 pessoas. O número traduz, no entanto, uma descida de 3,7% se comparado com Novembro de 2005. Por regiões, o Norte (+5,3%) e o Alentejo (+4,1%) tiveram os aumentos mais acentuados no número de desempregados face a 2004.

Para o governo estes dados são tidos como meros factos, a sua análise é mera perda de tempo. O importante, é o anuncio de alguns investimentos (de carácter duvidoso) que em troca de grandes benefícios (fiscais e outros) proporcionam pouco mais de uma mão cheia de empregos altamente remunerados, onde serão colocados os “Boys” do partido, uma vez que a função publica para esse efeito, já deixa de ser atractiva. Tudo isto, é claro, a pensar sempre no desenvolvimento do País e na moralização do sector político.

Para além destes programas de investimento já anunciados pelo governo, é voz corrente na imprensa que o governo se prepara também para lançar uma grande medida para o combate ao desemprego. Essa medida tem por base a nova lei aprovada no Parlamento Europeu referente à livre circulação de serviços no espaço comunitário. A forma como o governo prepara a sua divulgação vai ser através de uma forte campanha publicitaria, a desenvolver na imprensa escrita e áudio visual. Brevemente, vamos começar a ver por aí, coisas como estas …
“ Estás desempregado! Não votaste PS?
Pertences à classe média ou baixa?
Temos a tua solução …
Imigra.”

P.S. – Dá-se preferência a recém-licenciados e excedentes da função publica.


Flavius II
publicado por FlaviusII às 12:36
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
31
.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds