.posts recentes

. Política de Rendimentos p...

. Política de Rendimentos p...

. A CRISE SOCIAL NO NORTE

. A CRISE SOCIAL NO NORTE

. AGENDA SOCIAL

. Desemprego 2006

. O DESGOVERNO DA SEGURANÇA...

. OE 2007 - Assim não saímo...

. Contradições!

. INCOMPETÊNCIA

.arquivos

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

.Visitas
online
Sexta-feira, 28 de Julho de 2006
Conversas….
Há algum tempo que temos vindo a assistir ao digladiar entre um representante do Clero e o Presidente da Câmara.
Estranho! Muito estranho!
Será só o reivindicar de uma dívida ou mesmo o reclamar de uma ou umas promessas ainda não cumpridas que movem este senhor. O que o leva (ou o que o move!) a vir para a praça pública denunciar uma meia dúzia de situações? Por ventura, digo eu, será pressionar o Presidente, ou mesmo quem sabe, fazer com que os jornais cobrem as dívidas! Mas, mesmo assim continuo com algumas dúvidas, pois existem algumas questões que a minha vizinha comentou comigo quando leu a carta publicada neste mesmo Jornal a exercer o direito de resposta e para as quais eu ainda não obtive resposta.
Para quê, um ilustre representante do clero quer uma rádio, uma rádio regional? Talvez seja para difundir a Igreja que representa, ou mesmo levar a sua palavra mais próximo dos seus servos, disse eu na minha ingenuidade. Esta deve ser uma nova estratégia de Marketing que esta Igreja tem à semelhança de outras mais pequenas e que difundem a sua palavra no contacto porta a porta e na abordagem pessoal. Só assim se justifica que a Câmara preste apoio à dita rádio por esta prestar um serviço cívico, embora religioso.
Hum…afirma ela, intrigada. E, se assim não é, para que é que o senhor ilustre representante do Clero quer o dinheiro que como ele mesmo afirma “tanta falta nos faz”? Continuando a murmurar, dispara mais umas quantas perguntas.
Ó vizinho, por acaso sabe porque este senhor quando escreveu a carta não explicou onde era gasto todo o dinheiro que reclama, cuja a finalidade ele disse? E a que propósito ele veio falar no outro Presidente da Câmara e não explicou quanto dinheiro recebeu e onde foi gasto?
Sabe….. vizinho… a respeito de tudo isto, ainda existem coisas que me intrigam! Você sabia, que ainda há neste concelho paróquias onde existe uma ditadura eclesiástica, certamente as deste senhor não devem ser, agora o que eu sei é que em todas as sua paróquias à excepção de uma (aquela que o senhor menos gosta) o PSD nas ultimas décadas para as eleições autárquicas nunca ganhou uma eleição, porque será! Certamente pura coincidência.
Como eu não tinha explicações para aquilo que me acabava de ser dito, lá fui rematando como pude…… deixe lá isso, não se apoquente…. você sabe que neste país é tudo assim, quanto mais nos interrogamos, mais as coisas se tornam fruto da nossa imaginação. Olhe, o que eu sei e posso dizer é que esse senhor tem lutado para desenvolver a sua freguesia e tem conseguido, pois alguns dos seus conterrâneos estão- -lhe gratos.




Deste vosso amigo e humilde servo.

Flavius II


( Regresso em Setembro)
publicado por FlaviusII às 18:37
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
31
.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds