.posts recentes

. Política de Rendimentos p...

. Política de Rendimentos p...

. A CRISE SOCIAL NO NORTE

. A CRISE SOCIAL NO NORTE

. AGENDA SOCIAL

. Desemprego 2006

. O DESGOVERNO DA SEGURANÇA...

. OE 2007 - Assim não saímo...

. Contradições!

. INCOMPETÊNCIA

.arquivos

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

.Visitas
online
Sexta-feira, 26 de Maio de 2006
Boas Vidas!!! (Parte II)

E vêm os Políticos pedir mais sacrifícios aos Portugueses? (Eu até  tremo quando vejo o Governador do Banco de Portugal na Televisão! (O homem com um ordenado daqueles, não sabe  de certeza o que é ter dificuldades)! Com toda a arrogância vem comunicar ao País que ainda há défice e que  o Povo tem ainda que apertar mais o cinto!  Para eles puderem beneficiar de tudo o que é bom! Já não aguentamos!!!!  A Segurança Social não tem dinheiro! Claro com reformas destas!!!! É natural que não! O cinto já não pode apertar mais!!!!


Serão os políticos os únicos malandros??? 9 em cada 10 aposentados com mais de 5.000 euros mensais foram juízes!!!! Lista de Aposentados no ano de 2005 (Janeiro a Novembro) com pensões de luxo: visita  http://www.cga.pt/publicacoes.asp?O=3


Janeiro


Ministério da Justiça


5380.20   Juiz Desembargador  Conselho Superior Magistratura


Março


Ministério da Justiça


7148.12   Procurador-Geral Adjunto  Procuradoria-Geral República


5380.20   Juiz Desembargador  Conselho Superior Magistratura


5484.41   Juiz Desembargador  Conselho Superior Magistratura


5498.55   Juiz Desembargador  Conselho Superior Magistratura


Empresas Públicas e Sociedades Anónimas


6082.48   Jurista 5  CTT Correios Portugal SA


Abril


Ministério da Justiça


5498.55   Juiz Desembargador  Conselho Superior Magistratura


5498.55   Juiz Desembargador  Conselho Superior Magistratura


5338.40   Procuradora-Geral Adjunta  Procuradoria-Geral República


Antigos Subscritores


6193.34   Professor Auxiliar Convidado


Maio


Ministério da Justiça


5663.51   Juiz Conselheiro  Conselho Superior Magistratura


5498.55   Procurador-Geral Adjunto  Procuradoria-Geral República


5460.37   Juiz Desembargador  Conselho Superior Magistratura


5663.51   Juiz Conselheiro  Conselho Superior Magistratura


5338.40   Procuradora-Geral Adjunta  Procuradoria-Geral República


5663.51   Juiz Conselheiro  Conselho Superior Magistratura


Junho


Ministério da Justiça


5663.51   Juiz Conselheiro  Supremo Tribunal Administrativo


5498.55   Juiz Desembargador  Conselho Superior Magistratura


5498.55   Juiz Desembargador  Conselho Superior Magistratura


5663.51   Juiz Conselheiro  Conselho Superior Magistratura


Julho


Ministério da Justiça


5182.91   Juiz Direito  Conselho Superior Magistratura


5182.91   Procurador República  Procuradoria-Geral República


5307.63   Juiz Desembargador  Conselho Superior Magistratura


5498.55   Procurador-Geral Adjunto  Procuradoria-Geral República


Agosto


Ministério da Justiça


5173.46   Conservador  Direcção Geral Registos Notariado


5173.46   Conservadora  Direcção Geral Registos Notariado


5173.46   Conservador  Direcção Geral Registos Notariado


5173.46   Notário  Direcção Geral Registos Notariado


5173.46   Conservador  Direcção Geral Registos Notariado


5663.51   Juiz Conselheiro  Conselho Superior Magistratura


5663.51   Juiz Conselheiro  Conselho Superior Magistratura


5498.55   Juiz Desembargador  Conselho Superior Magistratura


5043.12   Notária  Direcção Geral Registos Notariado


5173.46   Conservador 1ª Classe  Direcção Geral Registos Notariado


5498.55   Juiz Desembargador  Conselho Superior Magistratura


5498.55   Juiz Desembargador  Conselho Superior Magistratura


5027.65   Conservador  Direcção Geral Registos Notariado


5663.51   Juiz Conselheiro  Conselho Superior Magistratura


5498.55   Juiz Desembargador  Conselho Superior Magistratura


5173.46   Conservador  Direcção Geral Registos Notariado


5498.55   Juiz Desembargador  Conselho Superior Magistratura


5173.46   Notário  Direcção Geral Registos Notariado


5498.55   Juiz Desembargador  Conselho Superior Magistratura


5498.55   Juiz Desembargador  Conselho Superior Magistratura


5159.57   Conservador  Direcção Geral Registos Notariado


5173.46   Notária  Direcção Geral Registos Notariado


5173.46   Ajudante Principal  Direcção Geral Registos Notariado


5498.55   Juiz Desembargador  Conselho Superior Magistratura


 5173.46   Notário 1ª Classe  Direcção Geral Registos Notariado


5173.46   Notária  Direcção Geral Registos Notariado


Setembro


Ministério dos Negócios Estrangeiros


7284.78   Vice-Cônsul Principal  Secretaria-Geral (Quadro Externo)


6758.68   Vice-Cônsul mdash; Secretaria-Geral (Quadro Externo)


Ministério da Justiça


5663.51   Juiz Conselheiro mdash; Conselho Superior Magistratura


5498.55   Juiz Desembargador mdash; Conselho Superior Magistratura


5498.55   Juiz Desembargador mdash; Conselho Superior Magistratura


Ministério da Educação


5103.95   Presidente  Conselho Nacional Educação


Outubro


Ministério da Justiça


5498.55   Procurador-Geral Adjunto  Procuradoria-Geral República


Novembro


Ministério dos Negócios Estrangeiros


7327.27   Técnica Especialista  Secretaria-Geral (Quadro Externo)


Tribunal de Contas


5663.51   Presidente


Ministério da Justiça


5498.55   Juiz Desembargador  Conselho Superior Magistratura


5663.51   Juiz Conselheiro  Conselho Superior Magistratura


5498.55   Juiz Desembargador  Conselho Superior Magistratura


5498.55   Juiz Desembargador  Conselho Superior Magistratura


5498.55   Juiz Desembargador  Conselho Superior Magistratura


Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior


5015.16      Professor Coordenador  Inst Superior Engenharia Lisboa 


 


 


Flavius II

publicado por FlaviusII às 13:33
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Maio de 2006
Boas Vidas!!! (Parte I)

Nem tudo vai mal nesta nossa República (Pelo menos para alguns)


Com as eleições legislativas de 20/Fevereiro, metade dos 230 deputados não foram eleitos. Os que saíram regressaram às suas anteriores actividades .


Sem, contudo saírem tristes ou cabisbaixos. Quando terminam as funções,


os deputados e governantes têm o direito, por Lei (deles) a um subsídio que dizem de reintegração :


- um mês de salário (3.449 euros) por cada seis meses de Assembleia ou governo.


Desta maneira um deputado que o tenha sido durante um ano recebe dois salários (6.898 euros). Se o tiver sido durante 10 anos, recebe vinte salários ( 68.980 euros).  Feitas as contas e os deputados que saíram, o Erário Público desembolsou mais de 2.500.000 euros.


No entanto, há ainda aqueles que têm direito a subvenções vitalícias ou pensões de  reforma ( mesmo que não tenham 60 anos). Estas são atribuídas aos titulares de cargos políticos com mais de 12 anos.


Entre os ilustres reformados do Parlamento encontramos figuras como:


Almeida Santos......................... 4.400, euros;


Medeiros Ferreira...................... 2.800, euros;


Manuela Aguiar......................... 2.800, euros;


Pedro Roseta............................ 2.800, euros;


Helena Roseta.......................... 2.800, euros;


Narana Coissoró ……………… 2.800, euros;


Álvaro Barreto........................... 3.500, euros;


Vieira de Castro........................ 2.800, euros;


Leonor Beleza ………………… 2.200, euros;


Isabel Castro............................ 2.200, euros;


José Leitão............................... 2.400, euros;


Artur Penedos........................... 1.800, euros;


Bagão Félix............................... 1.800, euros.


Quanto aos ilustres reintegrados, encontramos os seguintes:


Luís Filipe Pereira ….. 26.890, euros / 9 anos de serviço;


Sónia Fortuzinhos .......62.000, euros / 9 anos e meio de serviço;


Maria Santos ………... 62.000, euros /9 anos de Serviço ;


Paulo Pedroso ............ 48.000, euros / 7 anos e meio de serviço;


David Justino .............. 38.000, euros / 5 anos e meio de serviço;


Ana Benavente ……… 62.000 , euros / 9 anos de serviço;


Mª Carmo Romão …… 62.000, euros / 9 anos de serviço;


Luís Nobre Guedes .... 62.000, euros / 9 anos e meio de serviço.


 


A maioria dos outros deputados que não regressaram estiveram lá somente


na última legislatura, isto é, 3 anos, o suficiente para terem recebido cerca


de 20.000, euros cada .


 


É ESTA A CLASSE POLÍTICA QUE TEM A LATA DE PEDIR SACRIFÍCIOS


AOS PORTUGUESES PARA DEBELAR A CRISE..


 


MAS... HÁ MAIS !!!


APESAR de ter apenas 50 anos de idade e de gozar de plena saúde, o socialista Vasco Franco, número dois do PS na Câmara de Lisboa durante as presidências de Jorge Sampaio e de João Soares, está já reformado. A pensão mensal que lhe foi atribuída ascende a 3.035 euros (608 contos), um valor bastante acima do seu vencimento como vereador.


A generosidade estatal decorre da categoria com que foi aposentado - técnico


superior de 1ª classe, segundo o «Diário da República» - apesar de as suas


habilitações literárias se ficarem pelo antigo Curso Geral do Comércio, equivalente ao actual 9º ano de escolaridade.


A contagem do tempo de serviço de Vasco Franco é outro privilégio raro, num país que pondera elevar a idade de reforma para os 68 anos, para evitar a ruptura da Segurança Social.


O dirigente socialista entrou para os quadros do Ministério da Administração Interna em 1972, e dos 30 anos passados só ali cumpriu sete de dedicação exclusiva; três foram para o serviço militar e os restantes 20 na vereação da Câmara de Lisboa, doze dos quais a tempo inteiro. Vasco Franco diz que é tudo legal e que a lei o autoriza a contar a dobrar 10 dos 12 anos como vereador a tempo inteiro.


Triplicar o salário. Já depois de ter entregue o pedido de reforma, Vasco Franco foi convidado para administrador da Sanest, com um ordenado líquido de 4000 euros mensais (800 contos). Trata-se de uma sociedade de capitais públicos, comparticipada pelas Câmaras da Amadora, Cascais, Oeiras e Sintra e pela empresa Águas de Portugal, que gere o sistema de saneamento da Costa do Estoril. O convite partiu do reeleito presidente da Câmara da Amadora, Joaquim Raposo, cuja mulher é secretária de Vasco Franco na Câmara de Lisboa. O contrato, iniciado em Abril, vigora por um período de 18 meses.


A acumulação de vencimentos foi autorizada pelo Governo mas, nos termos do acordo, o salário de administrador é reduzido em 50% - para 2000 euros - a partir de Julho, mês em que se inicia a reforma, disse ao EXPRESSO Vasco Franco.


Não se ficam, no entanto, por aqui os contributos da fazenda pública para o bolo salarial do dirigente socialista reformado. A somar aos mais de 5000 euros da reforma e do lugar de administrador, Vasco Franco recebe ainda mais 900 euros de outra reforma, por ter sido ferido em combate (!?) em Moçambique já depois do 25 de Abril (????????), e cerca de 250 euros em senhas de presença pela actuação como vereador sem pelouro.


Contas feitas, o novo reformado triplicou o salário que auferia no activo, ganhando agora mais de 1200 contos limpos. Além de carro, motorista, secretária, assessores e telemóvel.


 


É BOM QUE TODOS SAIBAM  COMO SE GOVERNA QUEM NOS GOVERNA.


MAS HÁ MUITO MAIS...


 


(continua na proxima edição)


 


Flavius II

publicado por FlaviusII às 12:39
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 16 de Maio de 2006
A VERGONHA!
 

COLABOREM!-DIAS  22  e  23 -


NOVO   LUTO   NACIONAL


 


CAMPANHA   CONTRA   A   FARRA 


 


DIVULGUEM PARA O MAIOR


 


NÚMERO DE PESSOAS.


 


Sabemos que sair às ruas é complicado devido a compromissos diários, então


 estamos propondo que nos dias  


   22  + 23 de Maio  


todos ao saírem de casa vistam


 


camisas/blusas pretas, e se você


 


não tem, amarre um lenço/pano


 


preto no braço ou em qualquer


 


lugar do corpo.


 


MELHOR AINDA:


 


 


Pendure um pano preto


 


na sua janela


 


em sinal de luto pela morte da


 


dignidade dos políticos.


Isto vai ser um sinal de repudio à


 


palhaçada que virou a política.



DEMONSTRE  a sua


 


indignação


 


em todas as cidades !


 


Não tenha vergonha de participar!


 


Devemos ter vergonha de assistir a bandalheira de boca fechada e mãos atadas como um povo ignorante que não sabe como protestar!

Envie este texto ao maior número de pessoas.


 







Veja, analise e proteste !


Na proxima publicação


 


 


Mais um  roubo aos portugueses!  


 

publicado por FlaviusII às 01:30
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 12 de Maio de 2006
A Técnica do Eucalipto
O eucalipto é uma árvore devastadora. Para quem não sabe, esta árvore arrasa tudo à sua volta. No local onde for plantada e num raio bastante grande à sua volta não existe qualquer vegetação, nem mesmo que ela seja plantada, consegue subsistir. Para além disso, esgota todos os recursos de água deixando os solos práticamente desertificados. Por outras palavras, o eucalipto é uma árvore invulgar, para subsistir utiliza uma “técnica” única, seca e destrói tudo à sua volta.
Bem, ao que parece o PS e mais concretamente o seu líder adoptaram esta técnica e estão a colocá-la em prática. A técnica do eucalipto! Vejamos como é posta em prática.
O Sr. Eng. Sócrates, na formação do seu governo, teve a preocupação de plantar eucaliptos por todos os ministérios escolhendo logo aqueles que fossem imunes a qualquer doença e não tivessem hipótese de definhar fruto de intempéries.
Depois da sua plantação, que será o mesmo que dizer depois da tomada de posse do governo, estes não perderam tempo e começaram logo com a destruição massiva de tudo o que os rodeava estendendo ainda tentáculos até aos locais de mais difícil acesso. Enganaram-se aqueles que pensavam que a destruição não chegava ao interior do país e mais concretamente à nossa região. Já a algum tempo se haviam detectado tentáculos a actuar em alguns concelhos da região, mais concretamente em Bragança, Mirandela, Macedo de Cavaleiros, etc.
Agora que estão esgotados os recursos e destruídos os meios destes concelhos, a sua orientação visa atingir os restantes, a saber, Chaves e os concelhos limítrofes. Temos sido avisados por alguns observadores atentos que existem algumas movimentações profundas, ainda não detectadas à superfície, de que brevemente iremos ser alvo de uma destruição massiva de praticamente todos os serviços públicos.
O Hospital de Chaves é certamente o primeiro alvo, com mais de 600 funcionários é a principal empresa do concelho e o principal motor de desenvolvimento do mesmo. O seu encerramento, mais que previsto, será efectuado gradualmente, primeiro vem a integração no Centro Hospitalar de Vila Real e de seguida o esvaziamento dos serviços (Maternidade, Urgências, Cirurgia e outras) até que o mesmo no espaço de dois ou três anos não passe de um centro de saúde em ponto grande, veja-se o que aconteceu com os hospitais da Régua e Lamego, já nem internamentos tem. O número de funcionários claro também irá ser afectado fortemente, os contratados não verão os seus contratos renovados, os restantes à medida que os diversos serviços encerrarem, vão sendo deslocados para fora de Chaves. Provavelmente daqui a algum tempo serão pouco mais de cem, isto sim, vai afectar e muito a economia local em sectores como o comércio tradicional e outros, mesmo assim, ainda não vi os comerciantes e a associação que os representa fazerem o alarido que tem feito por causa do licenciamento de novas superfícies.
Outras instituições, inevitavelmente vão seguir-se ao hospital como: redução do número de Escolas de Primeiro Ciclo para metade das existentes, as nossas crianças não vão ser mais que meros prisioneiros enjaulados em edifícios, aqui a convivência e a proximidade familiar não interessa; o Tribunal, penso que um deles se não encerrou está para breve o seu encerramento; a Policia; a Prisão; o Regimento de Infantaria (RI19); a Região de Turismo...
Perante tudo isto o que tem feito a rapaziada do PS? Além da Sr.ª Deputada (aquela que nunca ninguém viu ou ouviu) que não tem feito mais que transmitir aos seus chefes do governo (numa clara atitude de subserviência) as estratégias que se tem vindo a desenvolver localmente para combater esta praga que nos assola, os outros é tudo bons rapazes, o importante é beber uns “copitos” a semelhança de um seu antigo mentor e “tagarelar” por alguns cafés da cidade sobre as mesquinhices da gestão Camarária. Assumir claramente uma atitude de desobediência partidária e colocar-se ao lado da defesa dos interesses locais, não é certamente um dos seus objectivos.



Flavius II
publicado por FlaviusII às 12:32
link do post | comentar | favorito
|
Comercio Tradicional
Um dos principais problemas que ultimamente tem apoquentado esta gestão Municipal é o facto de ter que decidir a favor dos consumidores ou dos comerciantes locais, na questão do licenciamento de novas superfícies comerciais.
Para os consumidores a questão é pacífica, estes são os grandes beneficiados em virtude de um aumento significativo da concorrência, esta vem provocar um aumento da oferta e uma consequente diminuição de preços.
No que diz respeito aos comerciantes locais, as coisas parecem estar mais complicadas uma vez que alguns destes, em nome individual e também, a associação local representativa do sector (ACISAT) se tem oposto ao licenciamento das ditas superfícies.
É sobre estes, e mais concretamente sobre as suas posições que gostaria de tecer alguns comentários.
Todos nós, consumidores, sabemos que alguns comerciantes aproveitando os melhoramentos urbanísticos que o município fez modernizaram-se ou dito de outra forma, actualizaram-se. Honra lhes seja feita, o comércio tradicional tem vindo a pouco e pouco perdendo aquela imagem de degradação e desactualização que o caracterizava. Também sabemos que o pequeno comércio existente é o garante e o sustento de muitas famílias locais, é gerador de postos de trabalho e traduz algum investimento local.
O que os senhores comerciantes locais e a associação que os representa não sabem ou não querem saber é que:
- Numa economia aberta, a legitimidade de instalar empresas em novos locais é igual para todos.
- No modelo de desenvolvimento económico do nosso país e mais concretamente na política que as empresas devidamente organizadas têm, a orientação e a forma de servir o cliente, é a sua máxima. Pois só assim, se justifica a expansão por exemplo dos bancos.
- A quem compete decidir em ultima analise é ao consumidor final.
- A mudança é um factor chave para todas as empresas.
- O comércio local não deve ser entendido como uma alternativa às superfícies comerciais, mas sim como um complemento.
- O sentido dos protestos deve ser também efectuado de forma positiva. Ninguém se lembra de ver os comerciantes locais unidos a tomar medidas dinamizadoras da sua própria actividade. Por exemplo, a mudança de horário de funcionamento dos estabelecimentos.
- As mesmas superfícies poderiam ser implantadas num outro concelho junto à fronteira com o nosso. Já alguém pensou que a uns metros do nó de ligação ao IC24 em Curalha poderia ser colocada uma ou varias superfícies comerciais pertencentes ao concelho de Boticas.
- Os que mais protestos têm feito são aqueles que mais frequentam as ditas superfícies, quer as locais, quer as de Vila Real ou Porto.
- Os seus principais concorrentes são os Espanhóis. Ninguém protesta contra as procissões feitas para ir às compras a Feces, Verim ou mesmo Ourense.
Também alguns partidos políticos, têm no mínimo assumido publicamente algumas posições estranhas no que a este assunto diz respeito. Vejamos, o partido moribundo (CDS/PP) tem-se manifestado contra, porquê? Ninguém se esqueceu ainda quem foi o seu candidato à Câmara e qual foi o seu passado. O PS, tem levantado a voz contra a gestão municipal deste processo, porquê? Deveria estar calado e recolhido no seu canto. Ninguém se lembra de este ter feito uma consulta popular ou mesmo ter ouvido a oposição, aquando da instalação das actuais duas superfícies, e mais, ainda não foi explicado o negócio que envolveu a localização de uma delas, bem como a construção de umas bombas junto de uma escola. A CDU, esses não é preciso falar, a sua posição é sempre conhecida nisto, como em tudo, contra!!!!


Flavius II
publicado por FlaviusII às 12:31
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
31
.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds