.posts recentes

. Política de Rendimentos p...

. Política de Rendimentos p...

. A CRISE SOCIAL NO NORTE

. A CRISE SOCIAL NO NORTE

. AGENDA SOCIAL

. Desemprego 2006

. O DESGOVERNO DA SEGURANÇA...

. OE 2007 - Assim não saímo...

. Contradições!

. INCOMPETÊNCIA

.arquivos

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

.Visitas
online
Sexta-feira, 23 de Setembro de 2005
Inaugurações!!!
O PS local tem nos últimos dias andado pelas freguesias rurais do nosso concelho, numa agitação terrível. O que as pessoas desses locais têm dito quando lhes perguntam “o que anda o Sr. Claro e seus subordinados a fazer por cá?”, a resposta é logo peremptória “ veio ele e os outros, inaugurar as obras que não conseguiu inaugurar no seu mandato …” e depois concluem, “… é pena! desta vez não fez festa, nem colocou placas!”.Eu como conheço bem as pessoas das aldeias, ainda pensei que estivessem a brincar ou então com um sentido irónico como é seu timbre, mas não, enganei-me! Depois de algumas explicações dadas por elas mesmo, concluí que o que afirmavam era verdade e, como tal, para que todos possam constatar passo a transcrever, alguns factos:
Em Sto. António de Monforte, freguesia em que “ Claro” o PS aposta tudo, tem sido visitada mais vezes agora que nos doze anos em que este esteve no poder, pois pelo que dizem quase nunca lá pôs os pés. Numa destas suas últimas visitas aproveitou para se reunir com meia dúzia de subordinados locais e em cerimónia privada, procedeu à inauguração do rasgo que deixou aberto (na estrada central que liga a localidade a Mairos, custou cerca de 150.000€ o seu arranjo à actual autarquia) para efectuar sem projecto o pseudo saneamento que vinha a ser objecto de promessas há mais de 12 anos. Na mesma cerimónia, foram incluídas também as actuais instalações da Associação Cultural, e sobre a qual os populares indignados afirmam “ foi gasto muito dinheiro para a construção dessas instalações, dinheiro que veio directamente da gestão do Sr. Claro para a Associação … curiosamente até sabemos que nesses mandatos a junta nunca recebia nada … nessa época o dinheiro que deveria reverter para melhoramentos na freguesia, era todo canalizado para essa instituição privada que pouca gente representa e da qual nunca foram tornadas públicas as suas contas … na altura da construção das suas instalações os trabalhos eram efectuados e pagos a dirigentes da mesma sem documentos oficiais …” continua a conversa “ para que serve essa Instituição, quais os benefícios para a freguesia? … Há já me ia esquecendo … os actuais candidatos pelas listas do PS, são todos membros e dirigentes dessa Instituição … os favores na politica têm que se pagar! … alguns meses atrás, um jornal local publicava uma notícia com algumas pessoas que se auto intitulavam fundadores … é mentira isso, como prova a escritura pública de 07/05/90 …”. Ao que me foi dado a constatar, existe por parte da lista do PS um grande deficit democrático e uma clara tentativa de influência do voto através de atitudes não muito dignificantes, numa freguesia onde, impera nas suas gentes, o gosto pela sua terra e certamente o reconhecimento por quem tem obra feita.
Vilela Seca esta é uma freguesia onde não se pode dizer que o Sr. Claro tenha ido fazer inaugurações, mas o que se diz à boca cheia por lá é que ele terá ido resolver o problema da dívida, deixada por um seu anterior candidato. A esse respeito fiz umas investigações e qual o meu espanto quando verifiquei que existe efectivamente uma dívida por liquidar no valor sensivelmente de 125.000€ a um empreiteiro que entretanto agiu judicialmente contra a referida junta. Essa mesma dívida foi contraída por um presidente de junta PS, que se não tem sido o PSD a impugnar a sua candidatura, o mesmo teria sido candidato novamente nas listas do PS. Num acto de devaneio esse senhor gastou dinheiro da forma que quis e como bem entendeu, sem que para tal o Sr. Claro, na altura presidente da Câmara, o tenha impedido ou responsabilizado. Como se isso não bastasse, o Sr. Claro faz como Pilatos, lava as mãos do assunto e não assume qualquer dívida, tal como consta na transcrição da acta abaixo reproduzida. Todos sabem que as juntas não tem autonomia financeira para fazer face a estas verbas, assim, quem irá pagar esta dívida avultada que, em Dezembro próximo, irá a julgamento e com juros, já deve ser perto de 150.000€?

Sem título1.JPG

Como por questões de espaço não posso de falar das inaugurações dos passeios em Mairos ( feitos com materiais adquiridos pelo presidente à sua própria empresa) do Saneamento das Travancas, do cemitério da Madalena e tantas outras que o PS tem vindo a fazer. Ficam aqui estes 2 exemplos da leviandade, despotismo e incompetência com que o Sr. Claro e seus nos brindaram no passado, e certamente, tem intenções de nos brindar no futuro.


Flavius II
publicado por FlaviusII às 16:31
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
31
.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds